André Ventura protesta em frente ao Tribunal Constitucional

Fundador do Chega está contra o atraso do Tribunal Constitucional em formalizar o partido. 

O fundador do Chega, André Ventura, vai protestar na próxima quinta-feira, 7 de março, à porta do Tribunal Constitucional, contra o atraso na decisão daquela instância sobre a formalização do partido. “Vamos concentrar-nos se não houver uma decisão até lá”, garantiu ao CM.

O político entregou, no final de janeiro, mais de 8 mil assinaturas, necessárias para que o Tribunal Constitucional pudesse avaliar se dava “luz verde” ou não à constituição do partido aos olhos da lei.

Agora, com o aproximar das eleições europeias, André Ventura mostra-se preocupado com um possível impacto negativo nos resultados eleitorais. “Se não houver uma decisão breve, isso poderá afetar a campanha política do Chega para as europeias”, lamenta.

Ventura diz ainda que quer mostrar aos magistrados e ao público que o futuro partido é “apoiado por pessoas de bem, não por fascistas ou extremistas”, perante o “ruído” que geraram algumas das suas propostas – como a prisão perpétua ou a castração química para pedófilos. O protesto deverá arrancar pelas 15h00.

in CM