CHEGA alerta esquecimento de escolas de condução no desconfinamento

Não se compreende por que razão as escolas de condução e os respetivos centros de exame não foram incluídos no plano de desconfinamento que o primeiro ministro apresentou, quando a outros setores foi dada essa oportunidade já no decorrer das próximas semanas.


Com os fracos apoios que foram dados há sérias dificuldades pelo facto de os mesmos não serem suficientes. Estamos a falar de um layoff que só cobre 80% do vencimento, de um acumular de encargos, de milhares de candidatos a condutor á espera de concluírem a sua formação.


O partido CHEGA recomenda assim ao Governo que as escolas de condução reabram já a 5 de abril a par de outros setores já definidos e determine as condições em que as escolas de exame de condução possam laborar de forma a garantir o cumprimento de todas as normas de segurança e higiene.