CHEGA exige aposta forte no potencial agrícola dos Açores

O arquipélago dos Açores tem um enorme potencial agropecuário e, no entanto, a falta de investimento que tem vindo a ser feita no sector desta região é gritante.

Por um lado, este desinvestimento financeiro e científico prejudica o potencial da região e, por outro, mostra como o Governo da República não está a saber conciliar os interesses dos Açores com os do restante país.

O CHEGA considera que é fundamental e urgente valorizar os agricultores açorianos que são agentes primordiais no desenvolvimento da agricultura local, aliando os seus conhecimentos práticos a uma vertente que consubstancie também a promoção e o respeito pelo ambiente, bem como a coesão territorial.

A pensar nesta carência de que padece a Região Autónoma dos Açores, o CHEGA apresentou na Assembleia da República um Projecto de Resolução no qual recomenda ao Governo que:

– comece por fazer um levantamento exaustivo das áreas de produção agrícola com maior potencial no Arquipélago dos Açores, accionando a dinamização dos programas de desenvolvimento produtivo para todas elas;

– de seguida reúna com as associações locais dos sectores agrícolas referenciados a fim de receber as queixas e necessidades existentes a fim de as poder colmatar o mais rapidamente possível;

– e, por fim, promova o contacto e partilha científica entre os representantes das áreas agrícolas de maior evolução e importância produtiva do arquipélago e as instituições de ensino públicas presentes, fomentando desta forma o desenvolvimento científico inerente às áreas em causa.