CHEGA propõe Projeto de Lei na defesa do património material português

Nos últimos tempos tem se assistido, um pouco por todo o mundo, a um movimento generalizado e coordenado que mais não é do que um sinal verde á violência e ao vandalismo.


Este movimento apesar de se fazer passar como independente mais não é do que um movimento da esquerda política que tenta reescrever á sua maneira uma História com muitos séculos, escrevendo em estátuas “descoloniza” e provocando na internet com “Abaixo o Padrão”.


Estando os valores postos em causa e a nossa cultura a ser humilhada, o Partido CHEGA avança com uma proposta de alteração ao Código Penal, aprovado pelo Decreto-Lei n.º400/82, de 23 de setembro, alargando assim as penalizações a quem vandalizar monumento público, em especial todo aquele que representar feitos, símbolos ou figuras de reconhecido valor ou significado histórico, sendo punido com pena de prisão até cinco anos ou com pena de multa até 600 dias e em outros casos com pena de prisão de dois a oito anos.