CHEGA quer acabar com a pobreza nos Açores

Segundo dados apresentados em 2019 pelo Instituto Nacional de Estatística, a Região Autónoma dos Açores apresentou a maior taxa de pobreza e exclusão social de Portugal, num valor percentual de 36,7, contrastando com a média nacional que se colocava então nos 21,6%. 

O mesmo relatório mostrou ainda que a Região Autónoma dos Açores era a que se encontrava pior colocada em rubricas como o distanciamento entre o rendimento líquido equivalente dos 20% da população com maiores recursos e o rendimento monetário líquido equivalente dos 20% da população com menores recursos.

Ao tomar conhecimento desta situação, o deputado único e Presidente do CHEGA submeteu, na Assembleia da República, um Projecto de Resolução recomendando ao Governo que promova, juntamente com o Governo Regional dos Açores, um programa de combate à pobreza nesta região.

Este programa deverá incluir a definição, entre Governo da República e Governo Regional, de um conjunto de mecanismos de fomento ao emprego na região açoriana, pois de outra forma não é possível combater a pobreza e melhorar a qualidade de vida do povo açoriano.