CHEGA quer exames nacionais do Secundário em pavilhões municipais

O CHEGA entregou, na Assembleia da República, um Projecto de Resolução que defende a realização dos exames finais nacionais, não apenas para os alunos que pretendam seguir os seus estudos, mas também para aqueles que queiram concluir o ensino escolar obrigatório.

O Governo, é importante lembrar, cancelou, no presente ano lectivo, a realização dos exames finais nacionais, quando realizados por alunos internos, para efeitos de aprovação de disciplinas e conclusão do Ensino Secundário.

Apenas os alunos que pretendam prosseguir os seus estudos académicos terão de realizar estas provas e, destas, apenas as exigidas para acesso ao curso escolhido.

No entanto, o CHEGA considera que é possível manter uma relativa normalidade na conclusão dos estudos de milhares de alunos e, para isso, defende que os exames finais nacionais sejam realizados também pelos estudantes que tenham como objectivo concluir o Ensino Secundário.

Para tal, propõe o CHEGA, as autarquias deverão colocar à disposição das escolas os equipamentos municipais necessários à realização dos exames em cumprimento das normas de higiene e segurança determinadas pelas autoridades de Saúde, sendo os pavilhões o exemplo mais claro.

O CHEGA pede também que seja assegurada, nestas circunstâncias, a distribuição de máscaras e gel desinfectante aos alunos, professores e demais funcionários necessários à correcta realização dos exames.