Coligação Chega não pretende alterar nome e vai contestar notificação do TC

A coligação formada pelo Partido Popular Monárquico, Partido Cidadania e Democracia Cristã, e os movimentos Chega e Democracia 21, indica que entendimento do Tribunal Constitucional é “abusivo”.

A coligação formada pelo Partido Popular Monárquico, Partido Cidadania e Democracia Cristã, e os movimentos Chega e Democracia 21, não vai alterar o nome Chega, mas vai contestar a notificação do Tribunal Constitucional, disse à Lusa o cabeça de lista.

O primeiro candidato às eleições europeias, André Ventura, avançou que os membros da coligação se reuniram hoje, e decidiram contestar a notificação do Tribunal Constitucional (TC).

in Sábado