Crime perfeito

Eleições Presidenciais de 2021

O Meu Diário de Voto em André Ventura por Gabriel Mithá Ribeiro

Leia diariamente nesta página textos, excertos ou frases destinados a resgatar os portugueses da alienação mental imposta pelas elites jornalísticas, académicas, intelectuais, políticas ou artísticas de um regime falido. Contra ele, André Ventura e o CHEGA fazem germinar uma força moral e cívica imparável que fará nascer a IV República Portuguesa. 

 Há quem roube a língua e a escrita dos outros, a religião e os valores morais dos outros, as instituições dos outros, o vestuário dos outros, a medicina dos outros, os transportes terrestres, marítimos e aéreos dos outros, as cidades construídas pelos outros, países e identidades nacionais instituídos pelos outros, mais um rol interminável. No fim, o sem-vergonha ainda contesta alegando ter sido vítima do colonialismo e do imperialismo

Sem devolver nada do que roubou, exige mais, exige indemnizações ou, no mínimo, ser tratado como príncipe na terra do assaltado. 

Quem disse que o crime não compensa? 

Gabriel Mithá Ribeiro
Vice-Presidente do CHEGA!