DEVOLVAM AS MEDALHAS

O MAI esteve na Assembleia da República, esquivou-se às perguntas, pouco adiantou sobre estratégias, deixando a nu a falta das mesmas, mas fez um anúncio extraordinário, o lançamento para breve (quanto tempo é breve?) do concurso para projeto de execução do novo Centro de Formação da GNR, em Portalegre, um investimento que se prevê de 20 milhões.

O que é mais espantoso neste anúncio? Recuemos a 2006, era MAI um senhor chamado António Costa, que prometia, a construção em Portalegre, de uma Escola da GNR. António Costa, ministro de José Sócrates, como agradecimento por esta promessa e pelo iminente investimento no interior, foi condecorado com a medalha de mérito municipal.

Passados 12 anos, em 2018, Eduardo Cabrita, informa que esta nova escola da GNR, estaria para breve e seriam investidos 14 milhões para a sua construção.

Em plena campanha para as eleições Legislativas, em 2019, Costa, agora 1º ministro, volta a Portalegre e declara não desistir do que prometera 13 anos atrás.

A Geringonça, desinvestiu em tudo, desde a saúde à educação, e ostracizou as forças de segurança. Quando precisaram de camionistas, chamaram-nos, quando precisaram de homens na linha da frente contra a pandemia, chamaram-nos, mas os quarteis estão em estado lastimável, não há elementos para fazer rondas, para atender às chamadas, não há veículos para se deslocarem, recebem em início de carreira pouco mais que o ordenado mínimo (que tem subido, ao contrário dos seus) e as faltas de respeito de membros do Governo têm sido muitas. Até temos uma candidata à Presidência da República que os acusa de discriminar, importunar, hostilizar e atacar cidadãos!

A esquerda não gosta de polícias, eu gosto. Eu sou agradecido a todos aqueles que dedicam e arriscam as suas vidas a proteger as dos outros.

NunoAfonso, vice presidente do CHEGA