Sem resposta de António Costa, André Ventura ‘desconfia’ que o PS se prepara para aprovar a eutanásia como contrapartida pelos votos do BE nos próximos Orçamentos do Estado.

André Ventura defende que os portugueses devem ser consultados sobre a eutanásia. A questão foi colocada pelo CDS no debate sobre o programa do Governo, mas António Costa preferiu não responder à pergunta sobre qual é a posição do Executivo. 

«O Chega vai opor-se veementemente e quer liderar o processo contra a eutanásia. Suspeito que será a grande moeda de troca dos apoios parlamentares do Bloco de Esquerda aos Orçamentos do Estado. Se toda a esquerda se unir e aprovar a eutanásia, desafiaremos o PSpara um referendo nacional sobre o tema», diz ao SOL o deputado do Chega!. Ventura desafia ainda António Costa a esclarecer publicamente qual é a sua posição sobre a morte medicamente assistida. Costa não respondeu às perguntas da direita no debate sobre o programa do Governo, mas já esclareceu publicamente que é favorável – uma posição assumida no congresso do PS, em abril de 2018.PUBLICIDADE

André Ventura estreou-se esta semana no Parlamento e na sua primeira intervenção lembrou o caso Sócrates. «Hoje é um dia especial. Um ex-primeiro-ministro socialista está a ser ouvido sobre corrupção. O que traz este programa sobre corrupção? Absolutamente nada», afirmou o deputado do Chega!

Ao SOL, André Ventura contesta as condições dadas aos pequenos partidos no Parlamento e acusa a RTP de discriminar o Chega!. «A RTP interrompeu a emissão quando ia começar a discursar», garante. 

in SOL