Governo não responde às questões do CHEGA

O CHEGA tem vindo a questionar os diversos ministros do Governo, bem como o próprio primeiro-ministro, acerca dos mais variados temas com relevância para os portugueses.
Porém, as respostas tardam em chegar por razões que nos são desconhecidas e que nós preferimos atribuir a uma escassez de tempo e não a uma qualquer tentativa de ignorar um deputado eleito democraticamente pelos portugueses nas últimas eleições legislativas.

De um total de oito perguntas que o deputado e Presidente do CHEGA colocou ao Governo, apenas duas foram respondidas até ao momento.

Por responder está uma questão dirigida à ministra da Saúde (sobre a recusa de uma comunidade cigana de Moura em realizar os testes ao COVID-19), uma ao ministro da Administração Interna (a mesma dirigida à ministra da Saúde acerca da recusa da comunidade cigana de Moura), uma ao ministro das Infraestruturas e Habitação (custos para os contribuintes com a redução do tráfego nas autoestradas) e duas dirigidas ao primeiro-ministro (sobre o ponto de situação da compra de 535 ventiladores pelo Governo e sobre a situação do banco Montepio).

O CHEGA continuará a trabalhar em prol dos portugueses e continuará a questionar este Governo apoiado pela extrema-esquerda sempre que tal se revelar imperioso, pois nada pode e, para o CHEGA, nada estará acima dos interesses de todos os portugueses.