Entrega de petição na Assembleia e ao Sr. Presidente da República

Foi ontem (21 de junho) entregue, ao Sr. PRESIDENTE DA REPÚBLICA, Prof. Marcelo Rebelo de Sousa e posteriormente na ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA, ao Vice-Presidente Dr. Adão e Silva, a peticão «Profissão de desgaste rápido para todos os motoristas de veículos pesados», com mais de 16.000 assinaturas, por um grupo de motoristas afetos ao Movimento Cimeira de Motoristas.

O nosso militante Roger Nunes, oriundo de Oliveira do Hospital, é um dos principais, mentores e municiadores desta petição.
O esforço de alguns, resultará no reconhecimento pleno, DE, e PARA TODOS.
Por uma profissão condigna e dignificada, o Partido Chega, também deu o seu contributo, aquando da reunião de 19 de maio, com o Deputado Filipe Melo e o Assessor Luís Fernandes.

Chega saúda “todo o esforço de aumentar pensões”

O presidente do Chega saudou hoje a previsão do primeiro-ministro do aumento do valor das pensões em 2023 decorrente da subida da inflação e do crescimento económico, mas defendeu que seria possível ir mais longe.

“Nós congratulamos tudo o que for aumento de pensões pelo valor ridículo que algumas pensões têm em Portugal”, afirmou André Ventura à margem de uma visita ao Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa.

O líder do Chega indicou que o partido propôs “na campanha eleitoral a existência de uma pensão mínima garantida para todos os pensionistas portugueses” e considerou que, por isso, “o Governo vai estar sempre aquém nas propostas que fez daquilo que o Chega desejaria”.

“Em qualquer caso nós, entendendo que deve haver uma pensão mínima para todos, saudamos todo o esforço de aumentar pensões em Portugal”, salientou, apesar de considerar que “o Governo ficou muito aquém do que deveria ter sido”, uma vez que existem portugueses que “hoje recebem pensões de miséria”.

Fonte: Notícias ao Minuto

Chega propõe recurso a Figo Maduro para aliviar aeroporto de Lisboa e quer MAI na AR

O presidente do Chega defendeu esta tarde a utilização temporária das infraestruturas do aeródromo militar de Figo Maduro para receber passageiros de voos civis e adiantou que o partido vai pedir a presença do ministro da Administração Interna no parlamento.

“O Chega vai recomendar ao Governo a utilização das instalações de Figo Maduro durante o tempo de verão” para “acolher voos de natureza civil”, temporariamente, de forma a que “quem chega não passe o inferno e o calvário que é chegar a um dos aeroportos nacionais nesta altura”, afirmou André Ventura, em declarações aos jornalistas.

O líder do Chega adiantou que o partido “vai chamar também, com caráter de urgência, o ministro da Administração Interna ao parlamento para que se possa debater de forma séria e consistente esta matéria”.

Fonte: RTP

Conteúdo em atualização.

Prometemos ser breves !