Intervenção do Deputado Municipal Augusto Louro Miranda

No passado dia 28 de junho, decorreu a Assembleia Municipal Ordinária em Mira, com a presença do Membro de Assembleia Municipal do Partido CHEGA, Augusto Louro Miranda, .

Nas suas duas excelentes intervenções, ficaram as seguintes questões.:

a) A Arte Xávega, é o ex-libris do Concelho de Mira, o que é que tem sido feito para a sua preservação? Que tipo de apoios sugerem para a manutenção desta arte, que não deixa de também ser parte da nossa história.

b) A nível de Transportes Públicos, apenas estamos servidos pela Rede de Expressos Rodoviários, assim sendo, para quando a Conclusão das Obras da Paragem junto à Antiga Cooperativa, visto que a forma como se processa atualmente o embarque de passageiros é deveras perigosa.

c) As Plantas infestantes ou invasoras (por ex: Erva das Pampas e as Acácias), são um problema bastante preocupante no Concelho de Mira, devido á sua forma rápida de propagação. Fica a questão, sobre que soluções já encontraram ou pretendem encontrar, para combater esta propagação?

d) No Concelho de Vagos, tem sido discutido a construção de um Empreendimento Marina para a Vagueira, que implicações terá no canal de Mira?

e) Qual o destino do Saneamento dos Bares e apoios de praia?

Chega avança com moção de censura ao Governo

O líder do Chega disse ter comunicado esta iniciativa do seu grupo parlamentar ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

O presidente do Chega, André Ventura, anunciou hoje a apresentação de uma moção de censura ao Governo, uma iniciativa que está à partida chumbada dado que o PS dispõe a maioria absoluta dos deputados à Assembleia da República.

André Ventura justificou a apresentação de moção de censura com um conjunto de situações que passam pelo “caos absoluto na saúde”, as opções do Governo face ao aumento dos preços dos combustíveis, culminando no “ato politicamente mais grave” envolvendo o ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, que, disse, “acabou politicamente” na quinta-feira.

“Se forem substituídos os ministros da Saúde e das Infraestruturas, o Chega retirará a moção de censura”, declarou André Ventura numa conferência de imprensa na Assembleia da República no dia em que começa o 40.º Congresso do PSD e em que, por esse motivo, não há trabalhos parlamentares.

O líder do Chega disse ter comunicado esta iniciativa do seu grupo parlamentar ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e ao presidente da Assembleia da República, Augusto Santos Silva.

Fonte: Expresso

Conteúdo em atualização.

Prometemos ser breves !