CHEGA / Publicação atual

João Pedro Silva – Membro da Assembleia de Freguesia da Tocha

Eu sou o João Pedro Santos Silva, tenho 51 anos, sou Empresário no Ramo da Hotelaria. Em 26 de setembro de 2021, fui eleito como Membro da Assembleia de Freguesia da Tocha, com 11,37% dos votos, tenho todo o ORGULHO em dizer que faço parte da 3ª FORÇA POLÍTICA do Concelho de Cantanhede, além de que também elenco o Grupo de Trabalho Concelhio de Cantanhede.
A Vila da Tocha, remonta já ao tempo de D. Afonso Henriques, tendo quer um legado histórico quer um legado cultural de enorme qualidade. Vai das Danças aos Cantares, dos Trajes Gandarezes aos Jogos e Brinquedos Tradicionais.
Terra de praias deslumbrantes, de gente humilde, mas continuamente com fortes ligações ao mar.
Tem na Arte Xávega e na hospitalidade os seus maiores polos de atração no Turismo, visto que a intensa procura de “Artes Ancestrais” pelos Turistas é deveras notória. Qualquer objetiva “rouba” em qualquer momento um pouco do suor destes “guerreiros do mar”.
No entanto, mesmo com este traçado Turístico envolvente deveras cativante, tem lacunas notórias, que vai desde a falta de Alojamento Local a de Instalações Hoteleiras de nomeada, e principalmente a conservação e reparação das Estradas Florestais no sentido da Praia de Mira e da Praia de Quiaios.
No entanto, o nosso principal propósito é AJUDAR A CRIAR SOLUÇÕES.
O CAMINHO É LONGO, e o TERRENO É ARENOSO, mas SE FOSSE FÁCIL, NÃO SERIA PARA NÓS!!!

Estamos cá por ti e pelos teus.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Partido Político CHEGA
Rua Miguel Lupi 12 - 1ºdrt.
1200-725 Lisboa
Contacto Sede: 213 961 244 – das 10h00-19h00
Assessoria de Imprensa: 934 454 043
Protocolo e Eventos: [email protected]

Política de Privacidade
Responsável pelo tratamento de dados: [email protected] Finalidade do tratamento: inscrição e gestão da condição de futuro militante no chega, em observância do art.º 9.º, n.º 2, al. D), do regulamento geral sobre a proteção de dados (RGPD). Os dados pessoais do futuro militante são objecto de processamento informático e de utilização no âmbito das actividades das estruturas internas e autónomas e diferentes candidaturas eleitorais internas de futuros militantes recebidas, nos termos que vierem a ser definidos dos estatutos e dos regulamentos eleitorais do chega, com a garantia de não serem divulgados a outras entidades para outras actividades que não se enquadrem no âmbito da declaração de princípios e das actividades do chega. Caso se venha a equacionar a cedência de dados a terceiros para uma finalidade legítima, tal carecerá sempre da obtenção prévia do consentimento do futuro militante. Prazo de conservação: os seus dados serão conservados enquanto perdurar a constituição do partido e, posteriormente, a condição de militante e, caso se aplique alguma norma estatutária ou regulamentar que implique a conservação dos dados para lá desse momento, nomeadamente de ordem disciplinar, até ao final do prazo estatutariamente ou em regulamento previsto para a efectivação dessa norma. Direitos dos titulares: o titular dos dados pode exercer os seus direitos de acesso, rectificação, oposição, apagamento ou limitação dos seus dados pessoais, nos termos do RGPD, devendo, para o efeito, remeter o seu pedido, por escrito, para [email protected] Direito de queixa: caso assim o entenda, o titular dos dados tem o direito de apresentar queixa junto da comissão nacional de protecção de dados. Encarregado de protecção de dados: em cumprimento do RGPD, o encarregado da proteção de dados pode ser contactado através do endereço eletrónico [email protected]

Conteúdo em atualização.

Prometemos ser breves !