OE 2023: Chega considera proposta “francamente insuficiente”

“Face ao atual contexto e conjuntura económica e social que o país atravessa parece-nos um orçamento francamente insuficiente, principalmente ao nível fiscal, onde as mexidas que o Governo propõe não refletem minimamente o que é necessário e que o Chega tem reivindicado”, afirmou o deputado Filipe Melo.

O Chega considerou hoje que a proposta de Orçamento do Estado para o próximo ano apresentada hoje pelo Governo é “francamente insuficiente” e “não serve de todo os interesses” dos portugueses.

“Face ao atual contexto e conjuntura económica e social que o país atravessa parece-nos um orçamento francamente insuficiente, principalmente ao nível fiscal, onde as mexidas que o Governo propõe não refletem minimamente o que é necessário e que o Chega tem reivindicado”, afirmou o deputado Filipe Melo.

O deputado defendeu “a redução do IVA para uma taxa zero nos bens essenciais, os bens alimentares, a redução dos impostos sobre os combustíveis”, a “isenção de tributação dos subsídios de férias e de Natal para 2023” ou o apoio de 125 euros pago todos os meses durante o próximo ano, e lamentou que estas propostas tenham sido “ignoradas”.

Em declarações aos jornalistas depois da entrega e apresentação da proposta de Orçamento do Estado para 2023, o deputado do Chega defendeu que o Governo apresentou um “pacote de medidas que terá um impacto reduzido, circunstancial, no próximo ano, a partir de meados do ano, no segundo semestre, com as alterações fiscais que propõe ao nível do IRS”.

Fonte: Jornal de Negócios

 

Concertação social. Chega considera acordo “muito insuficiente” e um “grande fracasso”

André Ventura considera que o acordo alcançado em concertação social é “muito insuficiente” e um “grande fracasso do governo de António Costa”.

O líder do Chega afirma que o documento “fica aquém do que tinha sido prometido pelo governo” e daquilo que era esperado. “Esperava-se um acordo mais ambicioso e mais abrangente”, disse Ventura em entrevista à RTP.
Fonte: RTP

Conteúdo em atualização.

Prometemos ser breves !