“Marcelo está a pactuar miseravelmente com o Governo dos primos”, acusa Ventura

André Ventura criticou o Presidente da República pelo silêncio sobre o tema que está “a envergonhar Portugal”: as relações familiares dentro do Governo. Marcelo parece estar “comprometido”, realçou.

Em declarações ao PT Jornal, o líder do Chega salientou que “o assunto está a ganhar enorme relevância internacional e a envergonhar Portugal, especialmente junto dos seus parceiros da UE”.

“Fala-se em nepotismo e teia de relações nunca vista”, garantiu, questionando o silêncio do Presidente: “No meio disto, onde anda o homem responsável pelo regular funcionamento das instituições? Onde anda o árbitro da República Portuguesa?”

Marcelo recusa-se a abordar de frente o tema, dando a sensação de estar “comprometido”, insistiu André Ventura.

“Ora diz que é um tema normal em véspera de campanha eleitoral, ora diz que se deve mudar a lei. Ora desvaloriza, ora diz que não comenta.

Porque está o Presidente da República comprometido sobre este assunto? Porque parece ter receio de falar?”

Uma posição que, frisou, se agrava a cada vez que é revelado um novo caso de nomeação de familiares para um cargo no Governo: “Cada dia vamos sabendo mais sobre este governo de primos e afilhados, mas o silêncio do Presidente mantém-se”.

“Esperava mais de Marcelo do que este miserável compromisso apenas com propósitos políticos e eleitoralistas. Aliás, tenho quase a certeza que este é hoje o pensamento de uma grande maioria de portugueses decepcionados”, concluiu André Ventura.

In PTJornal