CHEGA / Publicação atual

CHEGA quer ouvir MAI sobre concurso do SIRESP

O Partido CHEGA deu entrada com um requerimento para ouvir no Parlamento o ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, o ex-secretário de Estado da Administração Interna, Dr. Antero Luís, e a ex-presidente do SIRESP, SA., Sandra Perdigão Neves, no âmbito do concurso público internacional lançado pelo Governo para adjudicar a gestão e manutenção do SIRESP.
No seguimento do lançamento do concurso de 75 milhões de euros para a adjudicação da gestão e manutenção do Sistema Integrado de Redes de Emergência e de Segurança de Portugal (SIRESP), a ex-presidente desse sistema de redes de emergência, Sandra Perdigão Neves, concedeu uma entrevista onde proferiu afirmações muito graves sobre o referido concurso, das quais garante ter provas.
A título de exemplo, Sandra Perdigão Neves afirma que “o primeiro lote do concurso público internacional, lançado na passada semana pelo Governo, é uma adjudicação direta à Motorola disfarçado de concurso público internacional”, violando claramente, no seu entender, as regras elementares da concorrência e levantando outras suspeitas.
Para além disso, a ex-presidente do SIRESP visou diretamente o ex-secretário de Estado adjunto e da Administração Interna, Dr. Antero Luís, afirmando que “recusou executar ordens ilegítimas, ordens incompatíveis, que lesariam o Estado em milhões de euros”.

Sandra Perdigão Neves refere também não compreender a razão pela qual o SIRESP não ter sido incluído no PRR, uma vez que a tecnologia na qual está baseado já se encontra ultrapassada em no mínimo 10 anos.
Nesse sentido, tratando-se de dinheiro público e da crucial importância que o SIRESP tem para o comando, controlo e coordenação de todas as situações de emergência e segurança em território nacional, e perante as gravíssimas afirmações da anterior Presidente do SIRESP, Sandra Perdigão Neves, o CHEGA entende que se impõem esclarecimentos ao mais alto nível, razão pela qual pediu a audição urgente da própria ex-presidente do SIRESP, do Ministro da Administração Interna, e do Ex-Secretário de Estado Adjunto e da Administração Interna, Dr. Antero Luís.

O Grupo Parlamentar do CHEGA
03 de Junho de 2022

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Partido Político CHEGA
Rua Miguel Lupi 12 - 1ºdrt.
1200-725 Lisboa
Contacto Sede: 213 961 244 – das 10h00-19h00
Assessoria de Imprensa: 934 454 043
Protocolo e Eventos: [email protected]

Política de Privacidade
Responsável pelo tratamento de dados: [email protected] Finalidade do tratamento: inscrição e gestão da condição de futuro militante no chega, em observância do art.º 9.º, n.º 2, al. D), do regulamento geral sobre a proteção de dados (RGPD). Os dados pessoais do futuro militante são objecto de processamento informático e de utilização no âmbito das actividades das estruturas internas e autónomas e diferentes candidaturas eleitorais internas de futuros militantes recebidas, nos termos que vierem a ser definidos dos estatutos e dos regulamentos eleitorais do chega, com a garantia de não serem divulgados a outras entidades para outras actividades que não se enquadrem no âmbito da declaração de princípios e das actividades do chega. Caso se venha a equacionar a cedência de dados a terceiros para uma finalidade legítima, tal carecerá sempre da obtenção prévia do consentimento do futuro militante. Prazo de conservação: os seus dados serão conservados enquanto perdurar a constituição do partido e, posteriormente, a condição de militante e, caso se aplique alguma norma estatutária ou regulamentar que implique a conservação dos dados para lá desse momento, nomeadamente de ordem disciplinar, até ao final do prazo estatutariamente ou em regulamento previsto para a efectivação dessa norma. Direitos dos titulares: o titular dos dados pode exercer os seus direitos de acesso, rectificação, oposição, apagamento ou limitação dos seus dados pessoais, nos termos do RGPD, devendo, para o efeito, remeter o seu pedido, por escrito, para [email protected] Direito de queixa: caso assim o entenda, o titular dos dados tem o direito de apresentar queixa junto da comissão nacional de protecção de dados. Encarregado de protecção de dados: em cumprimento do RGPD, o encarregado da proteção de dados pode ser contactado através do endereço eletrónico [email protected]

Conteúdo em atualização.

Prometemos ser breves !