CHEGA / Publicação atual

SER ASSESSOR POLÍTICO – CORAGEM E DEDICAÇÃO

Tendo um caminho que considero já longo de trabalho, configurado em 40 anos de responsabilidades de índole técnica e de gestão em empresas públicas e privadas, com uma paralela carreira política maioritariamente de cariz autárquico, foi com enorme orgulho que deste abril deste ano assumi o cargo de assessor político do nosso Partido na Assembleia da República.

Confesso que tem sido uma experiência única, que face ao empenho e dedicação que o Presidente do Partido e os deputados que compõem o Grupo Parlamentar têm revelado no parlamento, se têm configurado num trabalho do grupo de assessores que de um modo constante têm procurado facultar os fulcrais e necessários contributos, que se tem espelhado nas intervenções e posicionamentos políticos que o CHEGA tem revelado na presente legislatura.

Tal como o Presidente André Ventura tem constantemente referido e sublinhado, o CHEGA tem inequivocamente liderado a oposição ao Governo socialista, que com a sua “maioria absolutista” tem tido uma postura medíocre em relação a todas as propostas que temos elaborado, revelando não só uma extrema arrogância, mas também um condenável desrespeito pelos 399.659 portugueses que votaram no nosso Partido.

Tendo consciência que a referida maioria irá de um modo constante chumbar as nossas propostas, tal não significa que se baixe os braços, bem pelo contrário, o empenhamento é cada vez maior, pois perante os múltiplos erros de governação, o CHEGA não só os identifica como apresenta soluções que são suportadas em ideias e projetos políticos consistentes e credíveis.

Por isso, temos procurado ouvir associações, sindicatos, grupos de cidadãos, autarcas e cidadãos, para além da importância dos órgãos concelhios e distritais do Partido nos alertarem para temas que nos seus territórios devem ter por parte do CHEGA uma análise e um consequente posicionamento político.

Ninguém duvide que o CHEGA está atento aos problemas que afetam o nosso País, sendo que se avizinham uns próximos meses de grande combate político, que por minha parte, estando integrado no grupo de assessores do Partido, irá configurar um redobrado esforço e uma permanente interação com o nosso Grupo Parlamentar, na defesa do que se considerem ser as melhores soluções para Portugal.

Podem provocar-nos, podem ignorar-nos, mas tenho a certeza que representamos uma força cada vez mais robusta e coesa, onde só quem está de má-fé pode procurar criticar e destabilizar.
Somos um Partido jovem, mas com um líder de excelência e mais 11 extraordinários deputados, que na Assembleia da República defendem e lutam por Portugal, onde os assessores, onde me incluo, procuram dar o seu melhor numa constante dinâmica e sinergia de trabalho.

Concluo sublinhando a total disponibilidade para uma constante interação com a Distrital de Coimbra, no sentido de avaliar as situações que devem merecer a atenção por parte do CHEGA.
O combate político é feito por todos nós, unidos em torno do nosso Presidente e dos ideais do nosso Partido.

Texto.: Luís Fernandes
Assessor Político do Grupo Parlamentar do CHEGA

Facebook
Twitter
Telegram
Pinterest
WhatsApp
Email

Partido Político CHEGA
Rua Miguel Lupi 12 - 1ºdrt.
1200-725 Lisboa
Contacto Sede: 213 961 244 – das 10h00-13h00 e 14h30-19h00
Email Geral: [email protected]

Política de Privacidade
Responsável pelo tratamento de dados: [email protected]. Finalidade do tratamento: inscrição e gestão da condição de futuro militante no chega, em observância do art.º 9.º, n.º 2, al. D), do regulamento geral sobre a proteção de dados (RGPD). Os dados pessoais do futuro militante são objecto de processamento informático e de utilização no âmbito das actividades das estruturas internas e autónomas e diferentes candidaturas eleitorais internas de futuros militantes recebidas, nos termos que vierem a ser definidos dos estatutos e dos regulamentos eleitorais do chega, com a garantia de não serem divulgados a outras entidades para outras actividades que não se enquadrem no âmbito da declaração de princípios e das actividades do chega. Caso se venha a equacionar a cedência de dados a terceiros para uma finalidade legítima, tal carecerá sempre da obtenção prévia do consentimento do futuro militante. Prazo de conservação: os seus dados serão conservados enquanto perdurar a constituição do partido e, posteriormente, a condição de militante e, caso se aplique alguma norma estatutária ou regulamentar que implique a conservação dos dados para lá desse momento, nomeadamente de ordem disciplinar, até ao final do prazo estatutariamente ou em regulamento previsto para a efectivação dessa norma. Direitos dos titulares: o titular dos dados pode exercer os seus direitos de acesso, rectificação, oposição, apagamento ou limitação dos seus dados pessoais, nos termos do RGPD, devendo, para o efeito, remeter o seu pedido, por escrito, para [email protected]. Direito de queixa: caso assim o entenda, o titular dos dados tem o direito de apresentar queixa junto da comissão nacional de protecção de dados. Encarregado de protecção de dados: em cumprimento do RGPD, o encarregado da proteção de dados pode ser contactado através do endereço eletrónico [email protected].

Visita Técnica - VI Convenção Nacional do Partido CHEGA!

A Visita Técnica irá decorrer no dia 27 de Dezembro pelas 12h00.

Conteúdo em atualização.

Prometemos ser breves !