CHEGA / Publicação atual

Debate entre candidatos autárquicos, realizado pelo grupo Pró Centro Histórico de Serpa a 20/09/2021

Um ano depois…
Hoje dia 20 de Setembro, recordo a data do debate entre candidatos autárquicos, realizado pelo grupo Pró Centro Histórico de Serpa .
Recordo bem a data e todo o nervosismo pela chegada do momento a poucos dias das eleições, tinha a total consciência que se me corresse mal, colocaria em causa a minha eleição .
O tema foi sobre o Centro Histórico, justo e que muito debate merece!!!
 Deixo o desafio ao grupo, para organizar tertúlias sobre o tema ou mesmo debates.
Estou totalmente disponível.
Na altura talvez fosse a candidata em maior desvantagem, a contar que todos os outros candidatos residem em Serpa e na sua maioria já tinham integrado outros projectos políticos!
A estreante ali era eu, sentada perante uma plateia de ” fanáticos” da CDU, que a cada palavra minha riam e tudo faziam para me desconcentrar, pois era evidente o meu nervosismo, sendo a primeira vez que falava em público e o peso da responsabilidade de estar a escassos dias das eleições.
O meu microfone por “azar” não funcionava, o som estava baixo…
O moderador do debate, hoje percebo a dificuldade das questões que a mim colocou, ou não estivesse ele ao serviço da CDU!
Hoje tinha respondido diferente? Claro!
Desde então tenho estudado muito e conheço cada rua, cada rosto e sobretudo conheço as dificuldades sentidas, de quem vive e de quem visita!
Se estou arrependida de num município historicamente de esquerda ter aceite ser candidata por um partido de direita? NUNCA!
Fui (infelizmente ainda sou) várias vezes ameaçada, ostracizada nas ruas… obviamente a memória não apaga!
Nunca tive comportamentos radicais e nunca tive ligações a movimentos extremistas e de repente ouvir vozes…” Fascista! Devias ter vergonha!”, de pessoas que sempre me conheceram desde menina, foi bem mais duro que o balde de água quente que ainda recebi em campanha!
Mas o que passou, passou e já lá vai!
Desejo muito que todos os que duvidaram de mim e das minhas intenções, possam no futuro perceber que acima de tudo quero o melhor para a nossa terra e posso ajudar!
Acredito que no momento certo, os munícipes do município de Serpa, vão reconhecer o meu esforço, trabalho e dedicação
47 anos de comunismo e mais 47 anos de socialismo conivente… O resultado é este, e está à vista de todos, basta visitar o município e as conclusões são rápidas!
Certo é, que não vou desistir!!!!!
Sou também muito grata, a todos os colegas que desde o início me acompanham
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Partido Político CHEGA
Rua Miguel Lupi 12 - 1ºdrt.
1200-725 Lisboa
Contacto Sede: 213 961 244 – das 10h00-19h00
Assessoria de Imprensa: 934 454 043
Protocolo e Eventos: [email protected]

Política de Privacidade
Responsável pelo tratamento de dados: [email protected] Finalidade do tratamento: inscrição e gestão da condição de futuro militante no chega, em observância do art.º 9.º, n.º 2, al. D), do regulamento geral sobre a proteção de dados (RGPD). Os dados pessoais do futuro militante são objecto de processamento informático e de utilização no âmbito das actividades das estruturas internas e autónomas e diferentes candidaturas eleitorais internas de futuros militantes recebidas, nos termos que vierem a ser definidos dos estatutos e dos regulamentos eleitorais do chega, com a garantia de não serem divulgados a outras entidades para outras actividades que não se enquadrem no âmbito da declaração de princípios e das actividades do chega. Caso se venha a equacionar a cedência de dados a terceiros para uma finalidade legítima, tal carecerá sempre da obtenção prévia do consentimento do futuro militante. Prazo de conservação: os seus dados serão conservados enquanto perdurar a constituição do partido e, posteriormente, a condição de militante e, caso se aplique alguma norma estatutária ou regulamentar que implique a conservação dos dados para lá desse momento, nomeadamente de ordem disciplinar, até ao final do prazo estatutariamente ou em regulamento previsto para a efectivação dessa norma. Direitos dos titulares: o titular dos dados pode exercer os seus direitos de acesso, rectificação, oposição, apagamento ou limitação dos seus dados pessoais, nos termos do RGPD, devendo, para o efeito, remeter o seu pedido, por escrito, para [email protected] Direito de queixa: caso assim o entenda, o titular dos dados tem o direito de apresentar queixa junto da comissão nacional de protecção de dados. Encarregado de protecção de dados: em cumprimento do RGPD, o encarregado da proteção de dados pode ser contactado através do endereço eletrónico [email protected]

Conteúdo em atualização.

Prometemos ser breves !