CHEGA / Publicação atual

“A Campanha já Começou”

Escrevo este texto, ainda estamos em silly season.
O título deste texto de setembro de 2023 é elucidativo do que já se apercebe, nesta azáfama pré-eleitoralista de preparação de Orçamento de Estado para 2024 e porque não faltarão os órgãos de comunicação social na caixa-de-ressonância do PS na campanha política com vista às Eleições Europeias em 9 de junho de 2024.
Seguem-se, as Eleições Autárquicas em 2025, as Eleições Legislativas em 2026.
Claro que não podemos esquecer as Eleições Regionais na Madeira (nas quais se obteve um resultado histórico – PSD/CDS a perder a maioria e o CHEGA a eleger 4 deputados), bem como as Eleições Regionais nos Açores, em 2024.
No entanto, o PS estando grandemente desgastado (será?) por casos de corrupção, de meses de inflação, de preços nos combustíveis a subir (voltando aos 1,90-2,00 euros litro), da má gestão dos dinheiros públicos, dos serviços do Estado irremediavelmente bloqueados por um conjunto de má gestão e planeamento conhecidos, ainda consegue nas sondagens cerca de 30% de apoiantes. Como é possível? Seguramente porque a máquina da propaganda do PS a funcionar num suposto ministério da propaganda, omisso no organigrama do ‘aparelho’ da governação, está a contribuir para essa elevada percentagem de intenção de votos, porque já está a funcionar. Eis alguns exemplos: “Portugal entre os 15 países da UE que reduziram as emissões poluentes e subiram o PIB no primeiro trimestre.” ; “Inflação em Portugal desacelera para 3,1% em julho. É o nono mês consecutivo de descida”. Outros exemplos poderão ser utilizados, número recorde de estudantes entrarão nas Universidades e nos Politécnicos; o número recorde de turistas em Portugal; o número de festivais de música e de diferentes artes performativas por todo este ano civil, etc etc. Ou seja, temas favoráveis ao PS-Estado que depois são amplificados pela comunicação social e assimilados acriticamente pelos eleitores portugueses que padecem de elevada iliteracia financeira, política ou outra de interesse para a Pólis, excetuando, claro, para o futebol. No entanto a realidade é diferente porque, a dívida pública total (valor absoluto) está nos 280,1 mil milhões de euros; “Taxas e multas cobradas somam recorde de dois mil milhões até Junho 2023”; o “Endividamento do setor não financeiro – famílias, empresas e Estado – aumentou 1,6 mil milhões de euros em maio, atingindo um novo recorde nos 804,4 mil milhões” ; “Portugueses entre os europeus mais desprotegidos no acesso a cuidados de saúde” ; “Benefício do IVA zero é 20% maior para os mais ricos do que para os mais pobres”; “Portugal teve a segunda maior queda da taxa de poupança da UE no terceiro trimestre” ; “Dos milhões do jogo aos prejuízos na saúde e negócios internacionais. O que está a abalar as finanças da Santa Casa”. … são necessários mais exemplos?
Volto a insistir que o Partido CHEGA deva ser proponente credível de propostas a debate na Assembleia da República, livres de popularismos fáceis.
Deve apresentar propostas de lei, elegivelmente bem-feitas e bem enquadradas com a realidade, livre de populismos e demagogia, numa Proposta de Governação credível, não alavancando o PS mais toda a esquerda radical e maldisposta.
António Costa é o pior Primeiro-Ministro após o 25 de abril, porque é arrogante, mal-educado, não tem ideias e está blindado/protegido pelos seus centuriões.
Bom regresso para 6 meses de trabalho para pagar os impostos que o PS-Estado nos retira!

Rui Pedro Matos
Professor de Economia

Facebook
Twitter
Telegram
Pinterest
WhatsApp
Email

Partido Político CHEGA
Rua Miguel Lupi 12 - 1ºdrt.
1200-725 Lisboa
Contacto Sede: 213 961 244 – das 10h00-13h00 e 14h30-19h00
Email Geral: [email protected]

Política de Privacidade
Responsável pelo tratamento de dados: [email protected]. Finalidade do tratamento: inscrição e gestão da condição de futuro militante no chega, em observância do art.º 9.º, n.º 2, al. D), do regulamento geral sobre a proteção de dados (RGPD). Os dados pessoais do futuro militante são objecto de processamento informático e de utilização no âmbito das actividades das estruturas internas e autónomas e diferentes candidaturas eleitorais internas de futuros militantes recebidas, nos termos que vierem a ser definidos dos estatutos e dos regulamentos eleitorais do chega, com a garantia de não serem divulgados a outras entidades para outras actividades que não se enquadrem no âmbito da declaração de princípios e das actividades do chega. Caso se venha a equacionar a cedência de dados a terceiros para uma finalidade legítima, tal carecerá sempre da obtenção prévia do consentimento do futuro militante. Prazo de conservação: os seus dados serão conservados enquanto perdurar a constituição do partido e, posteriormente, a condição de militante e, caso se aplique alguma norma estatutária ou regulamentar que implique a conservação dos dados para lá desse momento, nomeadamente de ordem disciplinar, até ao final do prazo estatutariamente ou em regulamento previsto para a efectivação dessa norma. Direitos dos titulares: o titular dos dados pode exercer os seus direitos de acesso, rectificação, oposição, apagamento ou limitação dos seus dados pessoais, nos termos do RGPD, devendo, para o efeito, remeter o seu pedido, por escrito, para [email protected]. Direito de queixa: caso assim o entenda, o titular dos dados tem o direito de apresentar queixa junto da comissão nacional de protecção de dados. Encarregado de protecção de dados: em cumprimento do RGPD, o encarregado da proteção de dados pode ser contactado através do endereço eletrónico [email protected].

ELEITOS POR VISEU

JOÃO TILLY

BERNARDO PESSANHA

ELEITOS POR VILA REAL

MANUELA TENDER

ELEITOS POR VIANA DO CASTELO

EDUARDO TEIXEIRA

ELEITOS POR SETÚBAL

RITA MATIAS

PATRÍCIA DE CARVALHO

NUNO GABRIEL

DANIEL TEIXEIRA

ELEITOS POR SANTARÉM

PEDRO DOS SANTOS FRAZÃO

PEDRO CORREIA

LUÍSA MACEDO

ELEITOS PELO PORTO

RUI AFONSO

DIOGO PACHECO DE AMORIM

CRISTINA RODRIGUES

JOSÉ DE CARVALHO

MARCUS SANTOS

SÓNIA MONTEIRO

RAUL MELO

ELEITOS POR PORTALEGRE

HENRIQUE DE FREITAS

ELEITOS PELA MADEIRA

FRANCISCO GOMES

ELEITOS POR LEIRIA

GABRIEL MITHÁ RIBEIRO

LUÍS PAULO FERNANDES

ELEITOS PELA GUARDA

NUNO SIMÕES DE MELO

ELEITOS POR FORA DA EUROPA

MANUEL MAGNO ALVES

ELEITOS POR FARO

PEDRO PINTO

JOÃO GRAÇA

SANDRA RIBEIRO

ELEITOS POR ÉVORA

RUI CRISTINA

ELEITOS PELA EUROPA

JOSÉ DIAS FERNANDES

ELEITOS POR COIMBRA

ANTÓNIO PINTO PEREIRA

ELISEU NEVES

ELEITOS POR CASTELO BRANCO

JOÃO RIBEIRO

ELEITOS POR BRAGANÇA

JOSÉ PIRES

ELEITOS POR BRAGA

FILIPE MELO

RODRIGO TAXA

VANESSA BARATA

CARLOS BARBOSA

ELEITOS POR BEJA

DIVA RIBEIRO

ELEITOS POR AVEIRO

JORGE GALVEIAS

MARIA JOSÉ AGUIAR

ARMANDO GRAVE

ELEITOS PELOS AÇORES

MIGUEL ARRUDA

ELEITOS POR LISBOA

ANDRÉ VENTURA

RUI PAULO SOUSA

MARTA SILVA

PEDRO PESSANHA

RICARDO DIAS PINTO

FELICIDADE ALCÂNTARA

BRUNO NUNES

MADALENA CORDEIRO

JOSÉ BARREIRA SOARES

Noite Eleitoral - Hotel Marriot (Sala Mediterrâneo)

A abertura ao público ocorrerá às 18h00 no dia 10 de Março.

Conteúdo em atualização.

Prometemos ser breves !