Comunicado sobre o mecanismo ibérico do preço do gás

O Partido CHEGA e o seu Grupo Parlamentar estão contra o mecanismo ibérico do preço do gás criado pelo Governo português, em conjunto com Espanha, para limitar o preço do gás natural utilizado na produção de energia elétrica, tendo em conta que este mecanismo se está a traduzir em faturas mais elevadas para os consumidores.

Esta solução já tinha sido criticada por especialistas do setor elétrico, que referiram não ser a mais indicada para Portugal, tendo em conta que, ao contrário de Espanha, a maioria dos consumidores tem preços fixos, em vez de contratos indexados ao mercado diário.

Quando o presidente da Endesa em Portugal referiu, no fim de julho, que este mecanismo ibérico podia levar à subida da fatura da luz em 40% ou mais, o Governo, pela voz do secretário de Estado da Energia, João Galamba, apressou-se a refutar estas afirmações e considerou-as “alarmistas”.

Estas declarações levaram mesmo o primeiro-ministro a determinar que os serviços do Estado não podem pagar faturas da Endesa sem validação prévia do mesmo secretário de Estado, o que na altura foi visto como uma reação prepotente e despropositada.

Aquilo que vemos agora, infelizmente, é a confirmação das afirmações do Presidente da Endesa e, por outro lado, da mentira do Governo, com aumentos médios de 30 euros nas faturas mensais de eletricidade e aumentos percentuais na ordem dos 35%.

É, pois, mais do que evidente que o mecanismo ibérico do preço do gás criado pelo Governo penaliza ainda mais os portugueses, que já estão sufocados com a subida de preços generalizada de tantos bens e serviços, pelo que é fundamental alterar este mecanismo para mitigar estes efeitos de forma a proteger os consumidores.

Direção Nacional do CHEGA

Lisboa, 25 de Agosto de 2022

Caros Militantes, Simpatizantes e Apoiantes do PARTIDO CHEGA

A Comissão Política Distrital de Coimbra vem por este meio, MANIFESTAR O SEU REPÚDIO à realização deste FÓRUM SOCIALISTA na ESCOLA AVELAR BROTERO em Coimbra.
Não nos parece de todo ACEITÁVEL que numa Escola Pública seja ACEITE pela sua DIREÇÃO a realização de tal evento, tanto que, nas Escolas está para se ensinar e não para se doutrinar.
Podemos ressalvar, que bem sabemos que tal fórum, se realiza em período de férias escolares, mas trata-se de um EDIFÍCIO PÚBLICO e COM LIGAÇÕES AO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO.
Há que ressalvar também, que não nos parece aceitável que num ESPAÇO TUTELADO PELO ESTADO PORTUGUÊS, pois esta escola é de ensino público, SEJA CEDIDO O ESPAÇO, quer a título gratuito, ou com o pagamento de expensas. Onde está o CAE que aceita este tipo de eventos, ALUGUER DE ESPAÇOS, REFEIÇÕES e DORMIDAS, sejam eles de índole de Esquerda ou de Direita?
Além de que vão tornar o evento num autêntico acampamento… “Se não tens onde ficar, o ginásio deste estabelecimento de ensino estará disponível, mas deverás levar saco-cama e tapete/colchão de campismo”.
Onde está a dignidade? É isto que querem tornar a sociedade?
Além de que, o nosso posicionamento seria igual, se o partido fosse de Direita.
Ressalvar a tipologia de Programa:
– Crise climática. quando os países de Esquerda são os mais poluidores;
– Guerra da Ucrânia, quando o PCP é pró-PUTIN;
– Lutas do movimento LGBTI+. (???)
– Legalização da canábis para uso pessoal , DEBATEREM NUMA ESCOLA???

É a maior humilhação a que a CIDADE de COIMBRA se viu acometida… apenas nos apetece dizer VERGONHA.

Paulo Seco
(Presidente da Distrital de Coimbra do Partido CHEGA)

Jovens do Chega debatem “novos caminhos à direita” em academia de verão entre 6.ª e domingo

A academia de verão do Chega vai decorrer entre sexta-feira e domingo, em Loulé, com o mote “novos caminhos à direita”. André Ventura estará na sessão de encerramento, falando sobre o futuro do país.

A academia de verão do Chega vai decorrer entre sexta-feira e domingo, em Loulé, com o mote “novos caminhos à direita”, e conta com intervenções do líder e deputados do partido e do historiador Jaime Nogueira Pinto.

Esta iniciativa promovida pela juventude do partido Chega arranca no dia seguinte à rentrée do partido, que será também no Algarve, mas em Vilamoura, na quinta-feira.

O primeiro dia da academia de verão contará com “prata da casa” e arranca com uma intervenção do presidente da distrital de Faro do partido, João Graça, e um painel dedicado à apresentação da Juventude Chega e aos projetos para o futuro.

Da parte da tarde estão previstas intervenções políticas pela líder da juventude, que é também vogal da direção e deputada, Rita Matias, e do presidente do grupo parlamentar e secretário-geral do partido, Pedro Pinto.

Fonte: Observador

Programa da II Academia de Verão do Partido CHEGA! – 26 a 28 de Agosto – Loulé

Programa da II Academia de Verão do Partido CHEGA!

26 de agosto de 2022

10h30: Sessão de abertura e boas vindas
– João Graça (Presidente da CPD de Faro)

11h00: Apresentação da Juventude Chega e projetos futuros
– Oradores – Márcio Santos e Rui Cardoso

13h00: Pausa para almoço

16h00: Intervenções políticas– Rita Matias (Coordenadora da Direção Nacional da Juventude, Vogal da Direção Nacional do Partido e Deputada à Assembleia da República)

– Pedro Pinto (Secretário-Geral do Partido, Deputado à Assembleia da
República e Presidente do Grupo Parlamentar)

17h 30: Sessão “Conhece os teus deputados”– Os Deputados do Grupo Parlamentar do Partido: Bruno Nunes, Filipe Melo, Gabriel Mithá Ribeiro, Jorge Valsassina Galveias, Pedro dos Santos Frazão, Pedro Pinto, Rita Matias.

20h 00: Jantar Institucional “Portugal e o mundo: Desafios estratégicos num globo multipolar” – Restaurante “O Avenida” (https://g.page/oavenidarestauranteloule?share )
– Prof. Jaime Nogueira Pinto (Investigador e Professor Universitário)
– Prof. Vasco Rato (Investigador e Professor Universitário)

27 de agosto de 2022

10h 30: Sessão “Políticas de Natalidade na Hungria: A primavera demográfica na Europa”
– Zoltán Lukács (Analista Internacional do Partido Fidesz)

11h 30: Sessão “Identidade e Soberania”
– Filip Brusselmans (Presidente da Juventude Vlaams Belang e Deputado
da Flandres)

12h 30: Pausa para almoço

15h 30: Sessão “Novos rostos da direita: Portugal vs União Europeia –
Dominação ou Soberania”
– Gonçalo Sousa (Estudante de Ciência Política e Comentador político)
– José Matias (Professor e Colonista)
– Rafael Pinto Borges (Historiador e Presidente da Associação Nova
Portugalidade)

17h 00h: Intervenção “Há temas reservados à Esquerda? Políticas Ambientais e Energéticas na perspetiva da Direita”– Dr. Luís Fernandes (Assessor do Grupo Parlamentar do Chega)

18h 00: Intervenção “As forças de Segurança enquanto pilar do Estado de
Direito: políticas públicas para melhorar condições de trabalho e de atuação”
– Pedro Magrinho (Sindicato Unificado da Polícia)

19h 30: Sunset – Bar do Rugby (https://goo.gl/maps/xUmkLt6vWAy6QGer5)

28 de agosto de 2022

10h 30: Workshop “Os erros da Direita: Aprender com o passado”

11h 00: Sessão de encerramento
Prof. André Ventura (Presidente da Direção Nacional do Partido e
Deputado à Assembleia da República)
12h 00: Cerimónia de Entrega dos Diplomas
13h 00: Almoço convívio – – Bar do Rugby
(https://goo.gl/maps/xUmkLt6vWAy6QGer5 )

Conteúdo em atualização.

Prometemos ser breves !